Da aventura gastronômica

Bem… tenho tentado manter uma rotina na cozinha: deixar alguns alimentos preparados (ou adiantados) para os dias mais corridos. Claro que nem sempre é possível, mas, de vez em quando, eu sigo a programação.

Então… na segunda-feira, conforme planejado, fui ao mercado comprar alguns ingredientes para a semana e resolvi fazer uma tal “panqueca light” que vi em um site de culinária. Daí cheguei em casa super animada e fui para a cozinha.

Qual não foi minha surpresa quando o resultado foi:

12032220_10204910126934218_4134602329798570342_n

Claro que fiquei muito chateada, pois, a cada tentativa, a situação só piorava. Neste dia só não fui dormir com fome porque tinha a carne moída que seria meu recheio e aí dei um jeitinho rápido de comer algo básico.

Como ainda havia sobrado um tanto dos ingredientes, coloquei na mente que ia fazer isso até acertar. Pois bem… hoje, meu dia de “folga”, foi mais uma tentativa. Preferi não usar a mesma receita de antes, pois achei que a medida da farinha de aveia estava, de algum modo, errada. Enfim… procurei uma que usasse os mesmos ingredientes que já tinha e… achei no Blog da Mimis, um blog que conheci no início deste ano e, de vez em quando, dou uma “bisbilhotada” (recomendo!).

Enfim, taí a receita:

Ingredientes:

– 200 ml de leite desnatado

– 1/2 xícara de chá  (60g) de farinha de aveia

– 1/2 xícara de chá de farinha de quinoa  (60g) ou trigo integral ou quinoa em flocos (usei a de trigo integral)

– 1 ovo

Bem simples, né? Então! Junta tudo e bate no liquidificador:

11046791_10204910126374204_8940146315901768430_n

Depois, veio a parte mais complexa desta arte panquequeira: colocar na frigideira para deixar a massa cozinhar. Untei com uma gotinha de óleo e retirei o excesso com o papel toalha, conforme a Mimis orienta. A cada troca de massa, passava o papel “sujo” de óleo para não correr risco (sou novata nessa área).

Coloquei uma quantidade pequena, para que a massa não ficasse grossa… nem pra correr o risco de ficar crua por dentro. Daí usei uma concha e não cheguei a enchê-la. E daí é só esperar a massa começar a secar e puxar as pontas para, então, virá-la (tenso!). Por incrível que pareça, foi bem tranquilo e não tive perda nenhuma da massa.

12036805_10204910124454156_3796796784042366760_n

Rendeu 9 disquinhos. Recheei com carne moída mesmo e cobri com molho de tomate e queijo ralado.

12006237_10204910123814140_6618481885543609566_n

Foi isso… voilá!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s