Da insensibilidade

Não é de hoje que a gente escuta que a humanidade está perdendo a sensibilidade, a capacidade de se doer e se doar pelo outro. E é bastante comum ver a atitude de “farinha pouca, meu pirão primeiro”, uma vez que o que urge é a necessidade pessoal de cada sujeito, sem se importar se o seu desejo atrapalha a vida do outro.

soberba3

Claro que todos começam a pensar nisso quando acontece uma calamidade e todos se comovem e uma única pessoa externa que não se importa com tal fato. Todos começam a levantar suas bandeiras em defesa dos “sofridos” e detonam a atitude daquele solitário reclamão.

Pois é… mas, na verdade, não é bem assim. Até quem costuma se dizer sensível e solidário tem seu lado egoísta, que faz pouco caso dos outros. Isso você percebe na entrada de um prédio, quando você não segura a porta para alguém nem cumprimenta o porteiro; acontece no ônibus, quando não oferece lugar ou segura a bolsa/mochila do outro; acontece no trabalho, quando o nosso problema é motivo para faltar, mas o do colega não… entre muitas outras coisas.

E hoje percebi o quanto estou insensível. Justo eu, que costumava me achar uma manteiga derretida, por mais que não fizesse questão de demonstrar isso… era meiga, carinhosa (ok, bruta e sem jeito de vez em quando), às vezes uma pamonha também. Mas vi o quanto as situações da vida têm me tirado a doçura, a delicadeza, a gentileza, a empatia… Por mais que a gente pregue que ninguém tem nada a ver com nossos problemas, a gente acaba descontando nossas frustrações em pequenas doses, com pessoas diferentes. Deparar-me com isso não foi nada fácil.

Ao constatar minha perda de sensibilidade, ouvi uma voz assim: “Não faça mais isso. Imagine-se no lugar do outro”.

Sensibilidade

Foi então que me vi do outro lado da situação e doeu muito. A cena que vivi não sairá da minha mente tão cedo. E, na verdade, espero que não saia… pois assim terei um motivo para alimentar meu desejo de reencontrar a sensibilidade, o amor ao próximo.

Não espere esse motivo, apenas ame!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s