Da Saga: O carro, Star Wars e a Saúde Pública

Já se passou o ano e eu larguei o blog aqui, mas foi por uma causa nobre.

Ao contrário do que muita gente pode pensar, não fiquei de bobeira por aí viajando e curtindo a vida adoidado. Muito pelo contrário, precisei cuidar da família. Em dezembro, meu pai foi internado meio que às pressas para fazer uma apendicectomia (retirar o apêndice… órgão que serve ‘só pra dar problema’). Ele já estava mal há muito tempo, mas a qualidade dos médicos impediu o diagnóstico logo.

E quando isso aconteceu? No dia em que fomos assistir ao “Star wars 7” por muita insistência do marido. Fomos ao cinema da Barra porque, teoricamente, é muito bom (só na propaganda mesmo, porque não achei nada bom). Para melhorar a situação, assim que chegamos na Barra, rumando ao shopping, meu carro deu uma pane louca e não andava mais (problema que já havia acontecido antes, mas tinha sido consertado). Foi uma doideira: chama o reboque, larga o carro em qualquer lugar, pega carona no caminhão do reboque, corre no shopping, come qualquer coisa… não podia perder o filme (ingressos comprados há ~3 anos~).

2000px-Star_Wars_Logo.svg.png

O filme até é bonzinho, mas nada justificava aqueles Zés Roelas batendo palmas no início e no fim do filme (nem a galerinha fantasiada… entendo minha sobrinha de 4 anos se fantasiar de Elsa pra ver Frozen, mas adultos?! AFF). Passei um tempo do filme mandando mensagem pra minha mãe, que estava no hospital para fazer o exame que meu pai precisava. Ok… dormi um bocado no meio do filme, me perdi em alguns detalhes, mas perguntei pro colega do lado (marido). Filme acabou (eeeeeh). Pensei que ia tentar resolver o lance do carro. Ledo engano.

Começaram a passar os créditos e minha mãe ligou: meu pai seria operado naquele mesmo dia. Não poderia deixar minha mãe lá no hospital e ficar passeando no shopping enquanto meu pai estava em cirurgia. Nem dei bola para o carro, fui logo para um ponto de ônibus e peguei o primeiro que passava no Méier. Foi um bom tempo até lá… assim que saiu da Linha Amarela, desci e peguei um táxi… não dava pra enrolar mais.

Fiquei no hospital até umas 2h da manhã (ele foi pro centro cirúrgico às 23h), mas a cirurgia não havia acabado. Com muito sacrifício convenci minha mãe a ir pra casa descansar. Fomos dormir por volta de 3:30 da manhã e às 6:30 levantamos. Minha mãe queria logo ver meu pai. Chegando no hospital, fomos informados que a operação já tinha acabado e que ele estava na enfermaria tal, leito tal. A visita era a partir de 11:30h. Ok… voltar para casa não era opção para minha mãe. Então, fomos dar uma volta: tomamos café e enrolamos na padaria, até que as lojas abriram e fomos “passear”.

hospital-070409

No horário da visita, fomos à recepção e nos identificamos. Mas ninguém achava meu pai… diziam que ele não estava lá, que não havia registro de cirurgia e nem o nome dele estava cadastrado lá. Oi?! Como assim?! Bateu o desespero… preciso nem dizer as coisas que passaram na minha cabeça. Depois de idas e vindas e conversas com as ~prestativas~ enfermeiras, localizamos o “velho” e fomos visitar. Estava bem, com cara de medo ainda, mas bem. Preocupado com meu carro largado lá na Barra, querendo saber o que tinha acontecido… e eu nem aí. Só resolvemos a questão dele de noitinha.

Enfim… foi um dia louco, preocupante… pior ainda é saber que ele estava com um problema de saúde grave e nenhum médico que ele já havia visitado foi ~capaz~ de solicitar os exames que identificariam a causa das dores, febres e mal estar. Só resolveu neste hospital porque, na última clínica a que foram, minha mãe “brigou” para que a médica desse um pedido de ultrassonografia com urgência para que um hospital mais equipado fizesse. E foi assim que aconteceu. Ah, e nem comento o descaso de não saberem onde está um paciente, né…

Há muito mais para contar, mas a falta de tempo não permitirá… além do mais, ninguém gosta muito de saber de coisas ruins, né… basta saber que agora ele já está bem e se recupera em casa… mas eu estou de choffer pra ele. #feriastrabalhando

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s